Dólar australiano sobe com notícias de reformas na China

O dólar australiano se fortaleceu em relação à moeda dos EUA com as reformas anunciadas pela liderança na China dando suporte às moedas atreladas à commodities.

Agencia Estado

18 de novembro de 2013 | 20h49

Líderes chineses anunciaram no final da sexta-feira, 15, uma ampla reestruturação na economia, incluindo a abertura do setor financeiro e relaxamento de restrições sobre investimentos.

O dólar australiano atingiu US$ 0,9421, o maior nível em uma semana em relação ao dólar americano uma vez que a China é a maior compradora de commodities exportadas pela Austrália. No final da sessão, no entanto, a moeda australiana perdeu parte de seus ganhos e estava cotada em US$ 0,9378, 0,1% acima do encerramento da sessão de sexta-feira.

No fim da tarde, em Nova York, o euro era negociado a US$ 1,3508, de US$ 1,3496 na sexta-feira, enquanto o iene estava cotado a 99,78 por dólar, de 100,18 ienes por dólar na sessão de sexta-feira, e a 135,16 por euro, de 134,65 ienes por euro ontem. A libra chegou a atingir US$ 1,6147, o maior nível em três semanas em relação ao dólar, mas terminou o dia em US$ 1,6110 de US$ 1,6120, na sexta-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
moedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.