Dólar cai 0,26% e fecha cotado a R$ 2,32

Operadores relacionaram o recuo do dólar aos leilões do BC no mercado futuro e dados divulgados no exterior 

Renata Pedini, da Agência Estado,

21 de março de 2014 | 17h29

O dólar à vista no balcão fechou nesta sexta-feira, 21, em baixa de 0,26%, a R$ 2,3240, na segunda queda seguida. Na semana, perdeu 1,15%.

Segundo profissionais do mercado de câmbio, dados divulgados no exterior favoreceram ganhos de moedas relacionadas a commodities em detrimento da moeda norte-americana, e o real acompanhou. Operadores também relacionaram o recuo do dólar a fluxo positivo e aos leilões do Banco Central no mercado futuro.

Pela manhã, a moeda até oscilou em alta. Mas acomodou-se em baixa em meio ao enfraquecimento do dólar no exterior. Às 17h10, o euro subia a US$ 1,3795, de US$ 1,3780 no fim da tarde de ontem em Nova York. O dólar caía a 102,16 ienes, de 102,38 ienes na véspera.

No noticiário, a China anunciou hoje que vai autorizar empresas locais a levantar fundos através da venda de ações preferenciais, numa medida que ajuda companhias com grande necessidade de capital em meio à desaceleração da economia. Ao favorecer tais empresas, Pequim acaba contribuindo para o desempenho das moedas relacionadas a commodities, uma vez que as companhias são compradoras externas de mercados produtores como o Brasil. A China, vale lembrar, é o maior consumidor de commodities do mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
Câmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.