Dólar cai 0,46% na abertura, a R$ 2,164

O dólar negociado no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) abriu em queda de 0,46%, a R$ 2,164. O dólar de balcão (comercial) também registrava a mesma cotação da moeda negociada na BM&F na abertura dos negócios. Segundo operadores, o mercado de câmbio hoje deve acompanhar o noticiário com relação à obrigatoriedade de grandes empresas exportadoras para trazerem os dólares de suas vendas externas para o Brasil em um prazo máxima de 210 dias, que voltou à cena. Anteontem, o ministro Guido Mantega disse em uma entrevista que o governo estudava medidas, que não passassem pela desoneração fiscal, para manter as empresas exportadoras competitivas. Ontem, o Ministério da Fazenda confirmou que técnicos da pasta e do Banco Central estudam a adoção de medidas para diminuir o fluxo de entrada de dólares obtidos com as vendas externas. Isso porque nos Estados Unidos a agenda é fraca e as novidades internas, que estão fora do foco dos investidores há dias, podem voltar a ser computadas. Não há indicadores econômicos norte-americanos a serem divulgados hoje e os principais ativos do País não apontam uma trajetória definida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.