Dólar cai 0,95% e fecha a R$ 2,285, influenciado por leilão dos aeroportos

Concessões com participação estrangeira criaram expectativa por entrada de capitais no mercado interno

Álvaro Campos, da Agência Estado,

22 de novembro de 2013 | 17h08

SÃO PAULO - O dólar fechou em queda de 0,95% nesta sexta-feira, 22, pressionado pelas expectativas de entrada de recursos no País causada pela participação de investidores estrangeiros nos consórcios que venceram o leilão para a concessão dos aeroportos de Galeão (RJ) e Confins (MG). A moeda americana fechou o dia cotada a R$ 2,285.

Como os dois terminais foram arrematados com grande ágio, autoridades do governo aproveitaram para afirmar que o resultado reflete o grande interesse dos investidores pelo Brasil.

Durante o pregão a moeda oscilou entre a mínima de R$ 2,2800 (-1,17%) e a máxima de R$ 2,3160 (+0,39%). Por volta das 16h40 o volume de negócios era de aproximadamente US$ 1,18 bilhão, segundo dados da clearing de câmbio da BM&FBovespa. No mercado futuro, o dólar para dezembro recuava 1,00% neste horário, a R$ 2,2870. O giro estava em torno de US$ 16,4 bilhões.

Colaborou para a queda do dólar um fluxo positivo observado pela manhã e o leilão de swap cambial para rolagem de contratos que vencem no início de dezembro. O Banco Central vendeu 15,4 mil contratos para 02/05/2014 e mais 4,6 mil para 01/08/2014, em uma operação que totalizou US$ 992,2 milhões. O vencimento de dezembro soma US$ 10,125 bilhões, dos quais já foram rolados US$ 5,933 bilhões até agora.

Nesta sexta, o BC divulgou que o resultado das transações correntes seguiu negativo em outubro, ao registrar um déficit de US$ 7,132 bilhões, o pior resultado para o mês na história. O resultado ficou dentro das previsões coletadas pelo AE Projeções, que iam de um saldo negativo de US$ 5 bilhões a US$ 7,6 bilhões, e pouco acima da mediana, que estava em US$ 7 bilhões. Nos dez primeiros meses do ano, o déficit em conta corrente está em US$ 67,548 bilhões, o que representa 3,63% do Produto Interno Bruto (PIB).

Tudo o que sabemos sobre:
dólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.