Dólar cai 1,41% e encerra semana valendo R$ 1,68

Moeda norte-americana ampliou a perda acumulada em outubro para 10,64%. No ano até o momento, o dólar passou a ter alta de apenas 0,96%    

Silvana Rocha, da Agência Estado,

28 de outubro de 2011 | 17h11

Fatores técnicos como o leilão de swap cambial hoje e a antecipação da rolagem de contratos futuros diante da proximidade do fim de mês determinaram o rumo de queda do dólar no mercado local. Por isso, o dólar à vista teve a terceira sessão seguida de baixa e, desta vez, descolado do vaivém da moeda norte-americana no exterior, onde o otimismo de ontem com o pacote europeu foi substituído pela cautela.

O dólar à vista fechou com queda de 1,41% e abaixo de R$ 1,70, cotado a R$ 1,680, que é o menor valor desde 8 de setembro (quando encerrou a R$ 1,657). Com o resultado, a queda apurada em 3 dias foi de 4,76%. Na semana, o dólar balcão acumulou baixa de 5,62%, que ampliou a perda acumulada em outubro para 10,64%. No ano até o momento, o dólar passou a ter alta de apenas 0,96%. Na BM&F, o dólar à vista terminou com queda de 1,62%, na mínima de R$ 1,6803.

Um operador de tesouraria de um banco local afirmou que os investidores vendidos em dólar futuro, sobretudo os estrangeiros, exageraram hoje no ajuste de baixa do dólar à vista, visando o enfraquecimento gradual da taxa Ptax. Hoje, a Ptax de venda encerrou em R$ 1,6986, com queda de 1,95%. "Quanto mais fraca ficar a Ptax na segunda-feira melhor será o retorno de quem assumiu posição vendida em dólar neste vencimento", explicou a fonte. No leilão de swap cambial hoje, o BC vendeu 16 mil contratos de swap cambial com vencimento em 2 de abril de 2012, num montante financeiro de US$ 791,2 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
dólarleilãoswap

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.