Dólar cai ante iene e euro com PIB fraco dos EUA

O dólar teve queda firme em relação ao iene e ao euro na sessão desta quarta-feira, 30, pressionado por dados fracos do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre dos Estados Unidos e com pouca reação diante da decisão de retirada de estímulos à economia norte-americana pelo Federal Reserve.

MATEUS FAGUNDES, Agencia Estado

30 de abril de 2014 | 20h17

Nesta quarta-feira, o Fed reduziu pela quarta vez consecutiva suas compras de títulos mensais em mais US$ 10 bilhões e não fez nenhuma alteração na sua diretriz futura sobre taxas de juros, exatamente o que o mercado esperava.

"O comunicado do Fed é a afirmação de que a autoridade monetária norte-americana está em um lugar muito confortável em seu processo de redução gradual dos estímulos", disse o diretor global de taxas, câmbio e commodities da TD Securities, Eric Green.

Para analistas, a força do dólar ante as moedas concorrentes previsto para o início do ano ainda não se materializou. Em tese, com a redução dos estímulos à economia há menos divisa norte-americana no mercado, o que fortaleceria o valor dela.

Dois fatores poderiam inibir esse processo. O primeiro é que os papéis do Tesouro dos EUA se tornaram mais atraentes como ativos de maior segurança uma vez que o Fed tem reiterado que vai demorar a começar a subir os juros. O segundo diz respeito aos indicadores fracos dos Estados Unidos referentes ao primeiro trimestre. "O regime de dólar forte que prevemos está em espera", disse Green.

As previsões pessimistas em relação ao primeiro trimestre se materializaram na divulgação do PIB referente ao período. Afetada pelo inverno rigoroso, a economia norte-americana cresceu 0,1% nos três primeiros meses do ano, o mais fraco crescimento trimestral em três anos e bem abaixo do que o esperado pelo mercado, que era de avanço de 1,1%. Esse resultado ruim poderia fazer com que as taxas de juros fiquem em baixa por mais tempo após o término das compras mensais de bônus pelo Fed.

No final da tarde em Nova York, o dólar caía para 102,22 ienes, de 102,66 ontem, e o euro subia para US$ 1,3868, de 1,3814 na véspera. Na mesma comparação, a libra subia para US$ 1,6874, de US$ 1,6831 na terça-feira, e o euro caía a 141,74 ienes, de 141,79 ienes no dia anterior. Já o dólar caía para 0,8806 francos suíços, de 0,8836, e o euro subia a 1,2210 francos suíços, de 1,2205 na véspera.(Com informações da Dow Jones Newswires)

Tudo o que sabemos sobre:
moedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.