Dólar cai ante moedas consideradas 'portos seguros'

O franco suíço e o iene avançaram ante o dólar nesta terça-feira, 27, na medida em que os investidores buscaram refúgio em moedas consideradas "portos seguros" em face a um possível ataque militar à Síria.

Agencia Estado

27 de agosto de 2013 | 18h40

O dólar recuou 1,5% ante o iene, caindo para o menor nível frente à moeda japonesa em uma semana, enquanto cedeu 0,7% ante o franco suíço. Os investidores costumam buscar o iene e o franco suíço em momentos de turbulência, uma vez que essas divisas costumam manter seus valores.

Segundo o Financial Times, os governos dos Estados Unidos, Reino Unido e França avançam no planejamento de fazer um ataque de 48 horas contra a Síria. Os alvos seriam instalações militares e o ataque deve acontecer no final de semana.

Mais cedo, o governo do presidente Bashar Assad prometeu usar "todos os meios" para conter um ataque, mas cresce o número de países que se mostram favoráveis a uma ação militar contra a Síria, principalmente se ficar provado que a morte de centenas de civis nas proximidades de Damasco foi provocada por armas químicas.

Diante desse cenário, os investidores ignoraram dados positivos dos Estados Unidos. Destacou-se o índice de confiança do consumidor, medido pelo Conference Board, que subiu mais que o esperado neste mês, a 81,5, de 81,0 em julho. Em relação à atividade industrial, o índice do Meio-Oeste, elaborado pelo Fed de Chicago, teve uma ligeira queda de 0,1% em julho ante junho, a 95,8, enquanto o índice da região do Fed de Richmond subiu para 14 em agosto, de -11 no mês passado. Já os preços dos imóveis nas 20 maiores cidades do país avançaram 12,1% em junho ante igual mês do ano passado, ficando um pouco abaixo da alta de 12,2% prevista por analistas.

"Os dados não foram fortes o suficiente para convencer completamente as pessoas de que uma redução de estímulos do Federal Reserve é iminente, mas também não foram ruins o suficiente para reduzir as expectativas por uma redução das compras de bônus em setembro", disse Brian Kim, estrategista do RBS.

No fim da tarde em Nova York, o dólar estava em 97,05 ienes, de 98,50 ienes no fim da tarde da segunda-feira, e caía para 0,9174 franco suíço, de 0,9229 franco suíço. O euro avançava para US$ 1,3393, de US$ 1,3370, mas tinha queda para 129,96 ienes, de 131,72 ienes na véspera. A libra era cotada a US$ 1,5540, de US$ 1,5573. O índice Wall Street Journal Dollar Index, que pesa a moeda norte-americana ante uma cesta de rivais, caía para 73,554 pontos, de 73,844 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
moedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.