Dólar cai com dado fraco do mercado de trabalho nos EUA

Moeda norte-americana reage à expectativa de juros baixos inalterados no longo prazo

Suzi Katzumata, da Agência Estado,

31 de março de 2010 | 18h35

O dólar caiu frente aos principais rivais, pressionado pelo dado desapontador do mercado de mão de obra, que alimentou apostas de que o Federal Reserve vai manter sua taxa de juro básica em um nível ultra baixo por mais tempo do que o mercado esperava, segundo traders e analistas.

 

A moeda norte-americana caiu para o nível mais baixo em uma semana frente ao euro, reduzindo o ganho acumulado no primeiro trimestre frente ao euro para 6%. O dólar também caiu 0,8% frente a libra e recuou para perto do menor nível em dois meses contra o franco suíço.

 

A liquidação no dólar foi, em parte, provocada pelo encerramento do trimestre, com muitos investidores ajustando suas posições. Mas a pressão de venda cresceu depois que a pesquisa mensal da empresa de consultoria ADP/MA apontou um inesperado declínio de 23 mil vagas no setor privado em março, contrariando as expectativas de aumento de 50 mil vagas. Isso enfraqueceu as expectativas de significativa do relatório mais amplo do Departamento de Energia, que inclui o emprego no setor público.

 

O mercado "está revisando (para mais distante) suas expectativas de alta do juro pelo Fed", disse Camilla Sutton, estrategista de câmbio do Scotia Capital em Toronto. "Isto está aumentando a pressão de baixa sobre o dólar", disse Sutton, uma vez que juro mais baixo nos EUA torna menos atraente a manutenção de investimentos em dólar. Traders do mercado futuro de juros reduziram suas apostas de um aperto monetário em novembro para 72%, de 86% antes do indicador.

 

O iene registrou o maior declínio entre as principais moedas, caindo 1,5% frente ao euro, com o fim do fluxo de repatriação de lucro de companhias japonesas antes do encerramento do ano fiscal em 31 de março.

 

No final da tarde em Nova York, o euro estava em US$ 1,3509, de US$ 1,3413 ontem; o iene estava em 93,46 por dólar, de 92,81 por dólar ontem; o euro estava em 126,28 ienes, de 124,47 ienes ontem; a libra estava em US$ 1,5183, de US$ 1,5064 ontem. As informações são da Dow Jones.

 

Tudo o que sabemos sobre:
moedasdólareuroiene

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.