Dólar cai com expectativa de alta maior da Selic

Moeda encerrou em queda de 0,74%, a R$ 2,555, diante da expectativa do mercado sobre o rumo da taxa básica de juros

, Reuters e Agência Estado

03 Dezembro 2014 | 17h24

O dólar fechou em queda ante o real nesta quarta-feira, com investidores se antecipando a uma possível aceleração do processo de aperto monetário pelo Banco Central nesta noite, o que pode atrair mais recursos externos para o mercado doméstico. No fim do dia, a moeda norte-americana caiu 0,74%, a 2,555. Na mínima, registrou R$ 2,5510 (-0,89%) e, na máxima, R$ 2,5860 (+0,47%).

Na última consulta realizada pelo AE Projeções - serviço de coleta de dados da Agência Estado -, 41 de 62 casas esperavam que a alta anunciada seja de meio ponto porcentual. 

O mercado aguardava também mais pistas sobre quais ações no campo fiscal serão tomadas para enfrentar o quadro de inflação alta e crescimento baixo pela nova equipe econômica da presidente Dilma Rousseff. O futuro do programa de intervenções diárias do BC também manteve-se no radar.

E falando em fluxo, o BC divulgou os dados de novembro e informou que, após ter sido positivo em setembro e outubro, o fluxo cambial brasileiro encerrou o mês passado com saldo negativo de US$ 3,507 bilhões. O resultado no vermelho é o maior para um mês desde dezembro do ano passado, quando as saídas superaram as entradas em US$ 8,780 bilhões. Segundo dados do Banco Central, as operações financeiras responderam por um envio líquido de US$ 2,149 bilhões, e a balança teve um déficit de US$ 1,358 bilhão. 

Os leilões de swap do banco central reforçaram o viés negativo para o dólar. O BC vendeu 4 mil contratos (US$ 198,3 milhões) na primeira operação, e 10 mil contratos (US$ 489,8 milhões) na segunda - neste caso para rolagem dos vencimentos de janeiro.


Mais conteúdo sobre:
dólarselicbc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.