Dólar cai na BM&F, a R$ 2,192, com otimismo externo

O dólar à vista abriu em baixa de 0,32% no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), negociado a R$ 2,192. A agenda externa de hoje está vazia e os mercados respiram aliviados, imprimindo um tom otimista aos negócios. Na Europa, as bolsas mostram desempenho positivo, caminho sinalizado também pelos índices futuros dos mercados acionários norte-americanos. A cotação do barril de petróleo recua tanto em Londres quanto em Nova York. Isso permite uma abertura tranqüila no mercado doméstico de câmbio, que registrou alta no dólar nos dois últimos pregões. O preço chegou ao final da semana passada a R$ 2,199. A continuidade da queda da taxa de câmbio, no entanto, depende de outros fatores. Principalmente do fluxo de recursos e das perspectivas para essa variável, nos próximos dias. Várias operações externas foram feitas recentemente, trazendo divisas ao País. Outras estão engatilhadas. Portanto, a perspectiva é de saldo favorável pelo segmento financeiro. Vale ressaltar, no entanto, que no segmento comercial, as entradas devem ser menores nos próximos dias, com a proximidade do final do mês. O mercado vai trabalhar também considerando a presença do Banco Central no mercado à vista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.