Dólar cai sob impacto de contração econômica nos Estados Unidos

Bolsa também está em queda: por volta das 12h30, o Ibovespa caia 0,52%, flutuando pouco abaixo da altura dos 54 mil pontos

Economia & Negócios, Agência Estado, O Estado de S. Paulo

25 de junho de 2014 | 12h22

O dólar comercial nesta quarta-feira, 25, opera em baixa. Chegou a recuar mais de 1% logo após a abertura, em reação a noticia de contração da atividade econômica dos Estados Unidos. Por volta das 12h30, a moeda americana no País caia 0,72%, vendida no balcão por R$ 2,210. A Bovespa parece não reagir bem aos maus resultados vindos de Washington. No mesmo horário, caia 0,52%, flutuando pouco abaixo da altura dos 54 mil pontos.

Ainda pesa contra o mal desempenho do mercado acionário brasileiro a aversão à negociação do governo federal com a Petrobrás, anunciadas na terça, 24. Sem licitação, quatro campos do pré-sal foram vendidos à empresa

A operação é avaliada como manobra da equipe econômica de engordar o caixa do Estado.Ou seja, mais uma vez, apesar do contragosto do mercado, a empresa estaria sendo objeto de manobras políticas - como no caso da manutenção dos preços dos combustíveis abaixo daquele que a Petrobrás paga para importar matéria-prima.  

Leilões. O Banco Central vendeu nesta manhã todos os 4.000 contratos de swap cambial ofertados hoje para os dois vencimentos, no valor total de US$ 198,4 milhões.

Para o vencimento em 2 de fevereiro de 2015, foram vendidos 2.500 contratos, no valor de US$ 124,2 milhões. A taxa nominal ficou em 1,0225% e a linear, 1,000%. O PU mínimo foi de 99,389900 e a taxa de corte, de 50%. 

Para o vencimento em 1º de junho de 2015, foram aceitos 1.500 contratos, no total de US$ 74,2 milhões. A taxa nominal ficou em 1,1693% e a linear, 1,155%. O PU mínimo foi de 98,920900. Não houve taxa de corte. 

Os contratos negociados hoje terão como data de emissão e liquidação amanhã, dia 26. Essa operação faz parte do programa do BC de intervenções diárias no câmbio. No primeiro semestre deste ano, haverá leilões de 4 mil contratos de swap cambial de segunda a sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.