Dólar cede e começa o dia a R$ 2,129 na BM&F

O mercado de câmbio negocia o dólar em baixa esta manhã. O primeiro negócio fechado no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros foi à taxa de R$ 2,129, queda de 0,47% em relação ao valor de fechamento ontem. Segundo um operador, o viés de baixa deve predominar ao longo do dia, ajudado pela queda do preço do petróleo no exterior e também do comportamento dos juros dos títulos do Tesouro norte-americano. No início desta manhã, a taxa do título de 10 anos dos EUA cedia para 4,8514%, ante 4,862% de ontem à noite. O dia tem agenda carregada. Nos EUA, o destaque de hoje é o relatório semanal LRJ Redbook, com o desempenho do comércio varejista na semana até 1º de abril. No Brasil, o IBGE divulga às 9h30 a produção industrial de fevereiro, cujas estimativas dos analistas consultados pela Agência Estado variam de -0,60% a 0,90%, com mediana de 0,45%, para a comparação com janeiro, e alta de 3,8% a 4,7%, com mediana em 4,09%, na comparação anual. Em janeiro, a produção industrial havia caído 1,3%. O dado terá mais impacto no câmbio se vier muito fora das projeções, o que pode indicar uma correção na rota dos juros. Outro dado relevante que sai hoje é a pesquisa indicadores industriais referente a fevereiro, que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga às 14h30. Vale lembrar que ontem o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o novo secretário do Tesouro Nacional, Carlos Kawall, garantiram o cumprimento das metas fiscais, um respiro de alívio ao mercado.

Agencia Estado,

04 Abril 2006 | 09h22

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.