Dólar começa o dia em baixa, cotado a R$ 2,10

A taxa de câmbio começou o dia em baixa de 0,24% na Bolsa de Mercadorias & Futuros, com o dólar à vista negociado a R$ 2,10. O dólar de hoje define a Ptax (taxa de referência do Banco Central), que será usada na liquidação dos contratos futuros de câmbio de maio. A previsão é de que o mercado empurre a cotação da moeda norte-americana para baixo, porque a percepção é de que os "vendidos" (investidores que apostam na queda do dólar) estão com mais força na virada desse vencimento na BM&F. Um operador, entretanto, ressalva que este movimento já foi verificado ao longo de toda a semana e que a barreira de R$ 2,10 será um pouco mais difícil de ser rompida. ?O feriado da segunda-feira (Dia do Trabalho) também pode arrefecer um pouco as vendas?, aposta este profissional, ao lembrar que em Nova York o mercado abrirá normalmente. A agenda doméstica hoje está praticamente vazia, destacando-se o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, em evento do Ibef (Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças) em São Paulo, e no final do dia também a vinda do presidente Lula, para encontro do PT. No cenário externo, as atenções de hoje se voltam para os dados do PIB norte-americano relativos ao primeiro trimestre do ano. O anúncio acontece às 9h30 e as projeções são de crescimento de 5%. Mesmo que venha mais firme do que as estimativas, a exemplo do que já ocorreu em vários dos recentes indicadores da economia dos EUA, o dado deve ter impacto diluído hoje, em razão das declarações do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, ontem, de que o aperto monetário pode estar próximo da reta final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.