Dólar comercial abre em alta de 0,19% a R$ 1,572

O dólar comercial abriu hoje em alta de 0,19%, cotado a R$ 1,572, no mercado interbancário de câmbio. No entanto, às 10h12, nas primeiras transações desta sexta-feira, a moeda norte-americana estava em queda de 0,19% e valia R$ 1,566. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista subia 0,03%, a R$ 1,5655 . O euro comercial, em baixa de 0,13%, valia R$ 2,242.

MÁRCIO RODRIGUES, Agencia Estado

29 de julho de 2011 | 10h14

A valorização do dólar em relação ao real deve continuar na manhã de hoje, com os investidores de olho no ambiente externo conturbado. A decisão da agência de classificação de risco Moody''s de colocar os ratings (notas) da Espanha e de alguns bancos do país em revisão para possível rebaixamento soma-se ao impasse sobre a elevação do teto da dívida norte-americana, funcionando como catalisador para mais um dia de queda do euro em relação à moeda dos EUA. Além disso, a pesada agenda externa, com a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano do segundo trimestre, coloca ainda mais cautela nos negócios.

"Enquanto a questão da dívida dos Estados Unidos não for resolvida, a volatilidade nos mercados permanecerá e o dólar deve continuar atraindo os investidores. Por mais antagônico que seja buscar a moeda do país que está no meio do impasse, o dólar ainda é o ativo mais líquido e é para onde o investidor corre", argumentou um profissional do mercado de câmbio.

Essa mesma fonte lembra também que fatores internos podem interferir na cotação do dólar no mercado doméstico. Segundo ele, as medidas voltadas para o mercado de derivativos cambiais, anunciadas na quarta-feira pelo governo, ainda fazem preço, visto que há cautela e ajustes em curso. Por outro lado, o último dia do mês, quando a taxa Ptax para rolagem de contratos futuros é definida, sempre reserva alguma disputa entre comprados (aposta na depreciação da moeda brasileira) e vendidos (aposta de que o real vai se valorizar). "Após a mudança da metodologia para o cálculo da Ptax, o espaço para manipular a taxa foi reduzido, mas o interesse no último dia do mês permanece", analisou.

Outro operador lembrou que a divisa dos EUA operando em alta ante o real atrai os exportadores, o que ajuda a limitar um ganho mais robusto do dólar.

Nos Estados Unidos, os esforços dos legisladores para elevar o teto da dívida norte-americana falharam ontem, após a proposta de lei do presidente da Câmara dos Representantes, o republicano John Boehner, não atrair apoio suficiente para garantir sua aprovação na casa. A votação foi adiada e o projeto deve começar a ser rediscutido ainda nesta manhã.

Na Europa, as notícias também não são positivas. Além do alerta da Moody''s à Espanha, o primeiro-ministro do país, José Luis Rodriguez Zapatero, confirmou que vai convocar eleições antecipadas para 20 de novembro, cedendo à intensa pressão política para que ele deixe o governo antes do momento previsto em consequência da estagnação econômica que o país enfrenta. No segundo trimestre deste ano, o desemprego na Espanha atingiu 20,9%, ante 21,3% no trimestre anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
dólareurocâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.