Dólar comercial abre em baixa de 0,23% a R$ 2,158

A taxa de câmbio começou o dia em baixa no mercado interbancário. Às 9h45, o primeiro negócio com dólar à vista foi fechado a R$ 2,158 recuo de 0,23% em relação ao fechamento ontem. A expectativa sobre o resultado da reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre juros, que deve ser conhecido às 15h15 (de Brasília), comanda os negócios de hoje. Pesquisa da Dow Jones mostra unanimidade nas apostas, com a manutenção da taxa dos Fed Funds em 5,25% ao ano. Se essa avaliação prevalecer e influenciar os negócios no exterior, como ocorre até o momento, cria-se um ambiente favorável aos países emergentes. E a perspectiva é de que o dólar permaneça em queda no mercado doméstico. Hoje não há indicadores de peso a serem divulgados. Na agenda dos EUA, o destaque é a divulgação das estimativas sobre o nível dos estoques norte-americanos de petróleo bruto e derivados na semana até 15 de setembro, que será feita às 11h30 pelo American Petroleum Institute (API) e o Departamento de Energia dos EUA (DoE). Na agenda interna, o destaque para o mercado de câmbio é a divulgação, prevista para as 12h30, de uma parcial do fluxo cambial de setembro, pelo Banco Central. Em agosto, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 1,291 bilhão. No acumulado de janeiro a agosto, estava positivo em US$ 26,912 bilhões.

Agencia Estado,

20 de setembro de 2006 | 09h48

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.