Dólar comercial abre em queda de 0,18%, a R$ 2,236

O dólar comercial (mercado de balcão) abriu em baixa de 0,18% nesta segunda-feira, cotado a R$ 2,236 na ponta de venda. Esta é a mesma cotação registrada na abertura do pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). Às 10h25, o dólar comercial intensificava o ritmo de queda (0,18%) para R$ 2,236. Na BM&F, a moeda operava estável (R$ 2,240). O mercado se acalmou na sexta-feira, depois da divulgação dos dados sobre a renda pessoal e de gastos com consumo (PCE), que vieram dentro do esperado. Hoje é feriado nos Estados Unidos e no Reino Unido, o que normalmente reduz o volume e o ritmo dos negócios no Brail. Mas, o comportamento do mercado de câmbio pode surpreender hoje, tanto em volume quanto em oscilação. Isso devido à proximidade do vencimento dos contratos futuros de dólar junho, que ocorre na quinta-feira, com liquidação pela Ptax (taxa média das cotações do dólar apurada pelo Banco Central) do dia anterior. Sem negócios nos EUA com os principais ativos, como títulos do Tesouro dos EUA, bolsas e petróleo, os investidores devem focar-se nas transações domésticas para operar esta manhã. Na sexta-feira, a avaliação dos especialistas era de que o jogo pela formação da ptax tenderia a levar a moeda norte-americana à queda. Ontem, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, admitiu que as exportações devem cair, mas ressaltando a provável desaceleração da economia mundial e não a taxa de câmbio. Porém, completou a fala reiterando que a legislação cambial será modernizada, numa referência às medidas em estudo para desonerar bancos e exportadores que operam com câmbio. A balança comercial deve sair a partir das 10 horas, como habitual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.