Dólar comercial abre em queda de 0,19%, a R$ 2,152, no interbancário

O volume de negócios no mercado doméstico de câmbio deve crescer entre hoje e amanhã, dias que serão, na prática, os dias úteis da semana devido ao feriado de ontem nos Estados Unidos e ao feriado aqui no Brasil na Quinta-feira. Nos primeiros negócios, o dólar comercial negociado no mercado interbancário era cotado a R$ 2,152, com perda de 0,19% em relação ao fechamento de ontem. O clima para a abertura das transações é de tranqüilidade, já que o mercado externo opera em tom positivo, com bolsas em alta, apesar do recuo das commodities, e o preço do barril de petróleo em queda. Mas a agenda externa do dia pode afetar o rumo dos negócios, embora os indicadores econômicos de hoje não sejam de primeira relevância (o maior destaque é para o anúncio dos dados de estoques e vendas no atacado em agosto). Internamente, o único tema relevante, a corrida pelo segundo turno das eleições presidenciais, não apresenta novidades de destaque. Por enquanto, a informação mais relevante do exterior refere-se ao petróleo. Um ministro da Opep, que falou sem se identificar, afirmou que o cartel já decidiu cortar a produção em um milhão de barris. Segundo essa fonte, ouvida pela agência Dow Jones, só faltaria decidir a forma de implementar a medida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.