Dólar comercial cai 3,44% no mês e fecha a R$ 1,574

Na BM&F, o dólar à vista recuou 0,60% hoje para R$ 1,57, fechando o mês com queda de 3,74% e no ano, -5,59%

Márcio Rodrigues, da Agência Estado ,

29 de abril de 2011 | 17h17

Depois de dois dias de alta, o dólar comercial caiu 0,38% hoje e fechou a R$ 1,574. Com isso, acumulou baixa de 3,44% em abril e queda de 5,41% no ano. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista recuou 0,60% hoje para R$ 1,57, fechando o mês com queda de 3,74% e no ano, -5,59%.

O euro comercial teve baixa de 0,38% hoje e encerrou as negociações cotado a R$ 2,333. No mês, registrou alta de 0,78% e desde o começo do ano acumula ganho de 5,57% em relação ao real.

O mercado doméstico de câmbio foi influenciado hoje pelo enfraquecimento do dólar no exterior e pela formação da taxa PTAX, que será usada na liquidação dos contratos futuros de dólar de maio. O leilão de swap cambial reverso feito pelo Banco Central, no entanto, serviu para atenuar a queda da divisa dos EUA.

O swap cambial reverso é um contrato feito entre o Banco Central e instituições financeiras no mercado futuro. O swap vem do inglês "troca". Nesse caso, é feita uma troca de rentabilidades: dólar por juro. No período de vigência do contrato, o BC ganha a variação do dólar, a ser paga pelos bancos. As instituições financeiras, por sua vez, ficam com a remuneração da taxa Selic, que será bancada pelo governo.

No leilão de swap hoje o BC colocou no mercado 25.800 dos 30 mil contratos ofertados. O total vendido equivale a US$ 1,267 bilhão. Os contratos ofertados hoje vencem em 1º de agosto próximo.

Além disso, a autoridade monetária voltou a fazer dois leilões de compra de dólar no mercado à vista. Pela manhã, a taxa de corte das propostas foi definida em R$ 1,5737. No fim do pregão, a compra se deu com corte de R$ 1,5707.

"Lá fora, o dólar caiu em relação a outras moedas durante toda a semana. Aqui, o movimento de alta desses dois últimos dias foi pontual, devido a fatores internos. Hoje, com a briga pela formação da PTAX e com a continuidade da queda no exterior, o dólar voltou a cair em relação ao real", resumiu o gerente de câmbio da Fair Corretora, Mario Battistel.

O recuo do dólar no exterior se deve às incertezas que rondam a economia americana. O euro, por sua vez, tem se sustentado em alta devido à perspectiva de uma nova elevação dos juros básicos na Europa. Na próxima semana, o Banco Central Europeu se reúne para definir a política monetária. Por volta das 17 horas desta sexta-feira, o euro estava cotado a US$ 1,4814.

Câmbio turismo

Nas operações de câmbio turismo, o dólar fechou o mês de abril a R$ 1,63 na venda e a R$ 1,513 para compra, queda de 4,68% no mês. Desde o começo do ano, o dólar turismo registra queda de 9,60%.

O euro turismo foi na contramão e fechou abril com alta de 0,41%, cotado a R$ 2,423 na venda e a R$ 2,237 na compra. No ano, o euro turismo acumula alta de 2,37% em relação ao real.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbiodólareuroabril

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.