Dólar comercial cai quase 1%, cotado a R$ 2,104

O câmbio reforça o ritmo de baixa verificado no início do pregão desta quinta-feira, segundo operadores, influenciado pelo cenário externo considerado bom pelos investidores, o que favorece a entrada de recursos. Isso porque ontem o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), ao manter a taxa básica de juros do país em 5,25% ao ano, divulgou um comunicado menos duro do que o esperado a respeito da inflação dos EUA. Às 12h58, o dólar comercial recuava 0,94%, na mínima, a R$ 2,104. Na abertura, a moeda norte-americana valia R4 2,118 (-0,28%). No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista era cotado a R$ 2,104, também na mínima, em baixa de 0,89%. No início do dia, o dólar na BM&F tinha perda de 0,19%, a R$ 2,119.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.