Dólar comercial registra 4ª alta consecutiva, a R$ 2,176

O dólar manteve a trajetória dos últimos dias e encerrou com ganho pelo quarto pregão consecutivo, tanto no mercado interbancário quanto no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). No mercado interbancário, o dólar comercial registrou alta de 0,76%, cotado a R$ 2,176. A moeda oscilou entre a mínima de R$ 2,17 e a máxima de R$ 2,185. Na BM&F, o dólar negociado à vista fechou com variação de +0,79%, a R$ 2,175. Os investidores trabalharam atrelados ao cenário externo, que teve um dia de volatilidade. A forte queda do preço do petróleo e das commodities metálicas puxou os negócios para baixo lá fora e também aqui. Quando o cenário ficou um pouco melhor no exterior, ajudou a tirar o câmbio das máximas. As cotações mais elevadas têm se sustentado com a ajuda de estrangeiros, que vêm zerando posições para terem hedge durante o processo eleitoral. O avanço das importações também tem contribuído para sustentar o dólar em terreno positivo, segundo um operador.

Agencia Estado,

11 de setembro de 2006 | 16h36

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.