Dólar comercial termina em baixa de 2,35%, a R$ 2,24

O dólar comercial fechou hoje valendo R$ 2,24 no mercado interbancário, em queda de 2,35% no dia. A moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 2,237 e a máxima de R$.2,276. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista terminou o dia com queda de 2,14%, a R$ 2,240. Os dados do índice de gastos com consumo pessoal (PCE) norte-americano, divulgados hoje, vieram em linha com o esperado, sem suscitar preocupações maiores com a inflação e a trajetória da taxa de juros dos EUA, e os mercados responderam positivamente. Sem estresse no exterior, os investidores domésticos em câmbio resolveram continuar saboreando as últimas boas notícias nacionais e deram seqüência à valorização do real, devolvendo as perdas que a moeda acumulou durante os momentos de maior nervosismo. Os analistas ainda se dividem quanto ao futuro próximo, mas a parcela dos que acreditam em volatilidade menor e retomada da tendência de queda do dólar fica maior a cada indicador favorável que sai lá fora ou por aqui. A calmaria de hoje no mercado de câmbio foi favorecida pela baixa liquidez. Segundo operadores, o volume de negócios está reduzido, não só pela "ressaca vivida pelo mercado", mas também pelo fato de hoje alguns ativos encerrarem as suas transações mais cedo nos EUA em decorrência do feriado do Memorial Day, na próxima segunda-feira.

Agencia Estado,

26 de maio de 2006 | 16h34

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.