Gary Cameron/Reuters
Gary Cameron/Reuters

Dólar volta a superar barreira dos R$ 5

Real se desvaloriza perante moeda americana, chegando a ser negociada a R$ 5,0402

Silvana Rocha, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2022 | 11h11

O dólar volta a subir ante o real, após cair de forma pontual nos primeiros negócios, com uma tímida realização de lucros. Após acumular ganhos de 8,01% nas últimas três sessões, o dólar abriu estável no mercado à vista, a R$ 4,9907, e recuou à mínima a R$ 4,9807. No entanto, a moeda já retomou alta, superando os R$ 5,00, com máxima intradia a R$ 5,0402 - você pode acompanhar a cotação no conversor de moedas do Estadão

A correção de alta é puxada por novos ajustes de posições em meio à valorização persistente da moeda americana ante pares principais e algumas emergentes no exterior com investidores precificando expectativas de aceleração da alta de juros nos EUA na próxima semana e a possível piora da inflação global, após a Rússia cortar fornecimento de gás à Polônia e Bulgária e com ampliação de restrições em Pequim, na China, para combater o surto de covid-19. 

Nesta manhã, o euro caiu ao menor nível em cinco anos na comparação com o dólar, a US$ 1,0585. Uma paralisação mais ampla da oferta de gás à Europa pode deteriorar mais o sentimento de risco na região e pressionar o euro, diante ainda da avaliação de que o Federal Reserve (Fed) deve apertar a política monetária em ritmo mais agressivo que o Banco Central Europeu (BCE).

Às 9h30, o dólar á vista subia 0,84%, R$ 5,0317. O dólar futuro para maio ganhava 0,62%, a R$ 5,0380. 

Tudo o que sabemos sobre:
dólarcâmbiomercado financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.