Dólar e juro futuro caem seguindo melhora das bolsas

O dólar à vista e os principais contratos de juros na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) renovaram as mínimas, acompanhando a recuperação da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e do mercado de ações em Nova York, que registram altas esta tarde depois da volatilidade exibida de manhã. Por volta das 15 horas, o dólar atingiu as mínimas de R$ 2,0895 (-0,45%) na BM&F e de R$ 2,090, queda de 0,43% no mercado interbancário (dólar comercial). Às 15h18, o dólar na BM&F caía 0,48% a R$ 2,088 e o dólar comercial recuava 0,33% a R$ 2,092. Em Nova York, o Dow Jones subia 0,24%; o Nasdaq +0,34%; e o S&P 500 +0,08%. Na Bovespa, o Ibovespa subia 0,23% após bater máxima de +0,30%. Em um ambiente de liquidez reduzida, os principais contratos de juros futuros atingiram as mínimas. O contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2009 e o DI para janeiro de 2010, após tocarem a mínima de 11,77%, operavam em 11,78%, de 11,83% para ambos na sexta-feira. A ausência de indicadores econômicos nos Estados Unidos nesta segunda-feira transfere a expectativa dos investidores para os próximos dias, especialmente quinta e sexta-feira quando serão divulgados os índices de inflação ao produtor (PPI) e ao consumidor (CPI) de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.