Dólar em meio à incerteza sobre a política do Fed

O dólar caiu diante das principais moedas, devolvendo parte dos ganhos recentes. Investidores desfizeram apostas de que o dólar sustentará o rali, em meio à incerteza quanto à perspectiva da política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos). À tarde, o presidente do Fed de Boston, Eric Rosengren, disse que seria "prematuro" encerrar o programa de compras de bônus agora, mas reafirmou que ele poderá ser reduzido se a economia continuar a melhorar. O recuo dos juros dos Treasuries à tarde também contribuiu para que o dólar recuasse diante do euro, da libra e do dólar australiano.

AE, Agencia Estado

29 de maio de 2013 | 18h33

Ainda assim, o juro das T-notes de dez anos, que nesta terça-feira havia subido acima de 2,1% pela primeira vez desde abril de 2012, permaneceu acima daquele nível, chegando ao fim do dia a 2,117%. "Tivemos um rali muito forte do dólar nos dias anteriores, de modo que há uma certa realização de lucros, Mas o ambiente econômico dos EUA ainda é razoavelmente forte, e isso dá apoio ao dólar", afirmou o estrategista Aroop Chatterjee, do Barclays.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,2950, de US$ 1,2856 nesta terça-feira, 28; o iene estava cotado a 101,17 por dólar, de 102,37 por dólar nesta terça-feira; frente à moeda japonesa, o euro estava cotado a 130,92 ienes, de 131,62 ienes nesta terça; o franco suíço estava cotado a 0,9616 por dólar, de 0,9770 por dólar ontem (28), e a 1,2466 por euro, de 1,2560 por euro na véspera; a libra estava cotada a US$ 1,5128, de US$ 1,5039 ontem (28). O dólar australiano estava cotado a US$ 0,9622, de US$ 0,9616 ontem (28). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
moedasfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.