Dólar encerra em R$ 2,208, maior cotação desde 29/3

Após o recuo de ontem (-1,32%), o dólar comercial voltou a subir hoje no mercado interbancário e encerrou em R$ 2,208 (+1,52%), na maior cotação da moeda desde o dia 29 de março deste ano - quando fechou a R$ 2,214. Hoje, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 2,163 e a máxima de R$ 2,214. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar também terminou o dia em R$ 2,208, após alta de 1,56%. O comportamento dos mercados interno e externo nesta sexta-feira confirmou o movimento de "flight to quality" (busca pela qualidade), que os especialistas já vislumbravam nas transações realizadas nos últimos dias. O caminho traçado pelos grandes investidores internacionais, principalmente os fundos de hedge, está sendo o de vender commodities e ativos de emergentes para comprar os títulos do Tesouro norte-americano. É no rastro deste movimento que o dólar subiu hoje, apesar do recuo das taxas de juros dos títulos dos EUA.

Agencia Estado,

19 de maio de 2006 | 16h41

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.