Dólar fecha dia estável, a R$ 2,334

Dia foi quase todo de queda no câmbio, mas perdas foram recuperadas nos últimos instantes do pregão

Álvaro Campos, da Agência Estado,

13 de novembro de 2013 | 17h09

O dólar operou em queda durante boa parte da sessão nesta quarta-feira, mas zerou suas perdas nos minutos finais de negócios. Nem mesmo a segunda etapa da rolagem de um grande volume de contratos de swap cambial que vence em dezembro foi suficiente para manter a divisa norte-americana com desvalorização ante o real.

Segundo profissional de um grande banco ouvido pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, a recuperação do dólar na reta final do pregão foi um "movimento normal de mercado", com "alguns stops de traders". Outro operador confirma esta análise, afirmando que o movimento pode estar relacionado à zeragem de posição por algum participante no fim do dia, um comportamento semelhante ao observado no pregão de ontem. A melhora ocorreu a despeito de, no exterior, o dólar sustentar perdas ante boa parte das divisas de países ligados a commodities.

O Banco Central vendeu nesta quarta-feira todos os 20 mil contratos de swap cambial ofertados, em uma operação cujo valor total somou US$ 988,2 milhões. Os títulos leiloados têm vencimento em 1/8/2014. Ontem, a autoridade monetária já tinha rolado cerca de US$ 1 bilhão do vencimento de swap do início de dezembro, que totaliza US$ 10,125 bilhões.

O dólar à vista no balcão terminou exatamente estável, a R$ 2,3340. O volume de negociação foi baixo. Por volta das 16h40, o giro estava em torno de US$ 902,60 milhões, conforme a clearing de câmbio da BM&FBovespa. No mercado futuro, o dólar para dezembro avançava 0,06%, a R$ 2,3435, com volume de aproximadamente US$ 11,13 bilhões.

Nesta quarta, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que as vendas no varejo subiram 0,5% em setembro ante agosto, abaixo da mediana das previsões dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, de 0,70%. No conceito ampliado, que inclui veículos e materiais de construção, as vendas recuaram 0,7% no mesmo período, também abaixo do esperado, que era estabilidade.

Tudo o que sabemos sobre:
Dólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.