Dólar fecha em alta de 0,35% em dia de ajustes

Moeda norte-americana apresentou forte volatilidade ao longo do pregão desta terça e encerrou em R$ 2,2760

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

19 de novembro de 2013 | 17h00

O dólar apagou as perdas à tarde e terminou a sessão desta terça-feira, 19, na máxima de R$ 2,2760 no balcão, após registrar forte volatilidade durante grande parte do dia. Operadores destacaram que, após a baixa superior a 2% na segunda, a moeda americana passou por ajustes nesta terça, véspera do feriado da Consciência Negra em várias cidades do País. O giro foi bem razoável no mercado, devido ao fluxo positivo visto mais cedo que, segundo eles, pode estar ligado a uma parcela de recursos residuais do leilão de Libra.

Após abrir estável e exibir alta, a moeda passou a cair pela manhã no mercado doméstico, em meio à entrada de recursos no mercado à vista combinada com o aumento da oferta de investidores estrangeiros no mercado futuro. O movimento de vai-e-vem do dólar continuou pelo resto da sessão, com a moeda "tentando encontrar um patamar de equilíbrio e devolvendo o exagero de ontem", comentou um profissional.

À tarde, o Banco Central informou que conseguiu vender todos os 20 mil contratos de swap oferecidos em uma operação de rolagem. Com a oferta, no valor de US$ 989 milhões, já foi renovada praticamente a metade do lote de US$ US$ 10,125 bilhões do início do próximo mês. A instituição anunciou na véspera que suspendeu a realização de leilões tradicionais de swap cambial de quarta-feira por conta do feriado.

Ao término da sessão o dólar fechou em alta de 0,35%, cotado na máxima de R$ 2,2760. Às 16h40, no mercado futuro, o dólar para dezembro avançava 0,29%, para R$ 2,2780.

Tudo o que sabemos sobre:
dólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.