Dólar fecha janeiro a R$ 1,674, alta de 0,60% no mês

Na operação de compra a termo, o BC fixou as seguintes taxas de corte: R$ 1,6767 para 9/2/2011; R$ 1,68 para 16/2/2011; e R$ 1,6825 para 23/2/2011

Silvana Rocha, da Agência Estado,

31 de janeiro de 2011 | 17h14

O dólar comercial caiu 0,71% hoje e fechou cotado a R$ 1,674 no mercado interbancário de câmbio, mas no primeiro mês do ano acumulou alta de 0,60%. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista também fechou janeiro a R$ 1,674, baixa de 0,58% no dia e ganho de 0,66% no mês. O euro comercial fechou o mês a R$ 2,291, estável no dia, mas alta de 3,67% no mês.

O mercado de câmbio hoje foi marcado pela forte presença do Banco Central, por meio de dois leilões de compra de dólar à vista e com a estreia do leilão de compra de dólar a termo. Nesta operação, a autoridade monetária comprometeu-se a comprar a divisa em três datas futuras por taxas fixadas para cada vencimento. Essas operações, segundo os players de câmbio consultados, serviram apenas para limitar o recuo das cotações.

Nos leilões de compra de moeda à vista, o Banco Central fixou as taxas de cortes em R$ 1,676, no fim da manhã, e em R$ 1,6739 na operação vespertina. Na operação de compra a termo realizada na última hora de negócios, o BC fixou as seguintes taxas de corte, de acordo com o vencimento: R$ 1,6767 para 9/2/2011; R$ 1,68 para 16/2/2011; e R$ 1,6825 para 23/2/2011.

No exterior, o euro ganhou impulso em relação ao dólar com os dados de inflação na zona do euro. A taxa anual da Europa está em 2,4% e é a maior desde outubro de 2008. O índice também é superior à meta do Banco Central Europeu (BCE) de pouco menos de 2%. Essa situação reforça a expectativa de elevação no juro básico do BCE, embora ainda não se acredite que isso possa ocorrer na reunião da próxima quinta-feira.

Câmbio turismo

Nas operações de câmbio turismo, o dólar subiu 0,17% hoje para R$ 1,78 na venda e R$ 1,68 na compra; em janeiro, o dólar turismo teve queda de 1,28%. O euro turismo recuou 0,72% hoje para R$ 2,36 (venda) e R$ 2,21 (compra), com baixa acumulada de 0,30% no mês.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbiodólareuroleilõesBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.