Dólar fecha na maior cotação do dia com tensão externa

O dólar comercial fechou na maior cotação do dia, a R$ 2,162, com alta de 0,46% em relação ao fechamento dos negócios ontem. A moeda norte-americana inverteu a mão no final da manhã, acompanhando as tensões demonstradas pelos mercados internacionais, principalmente nos negócios com títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries), depois que foram divulgados dados do setor imobiliário nos EUA. A forte oscilação dos Treasuries resgata, no mercado doméstico, o temor de que o quadro do fluxo internacional de recursos mude daqui para a frente. E é por isso que o mercado de câmbio está tão voltado para os fatos externos. O dólar negociado no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) retomou a alta hoje para também fechar na maior cotação do dia, de R$ 2,162 (+0,32%). Foram registrados 237 negócios, somando R$ 453 milhões. A moeda norte-americana abriu em queda de 0,23%, a R$ 2,15; e oscilou 1,17%, entre a menor cotação de R$ 2,137 (-0,84%) e a maior, do fechamento, de R$ 2,162 (+0,32%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.