Dólar ganha força frente a outras moedas

O dólar subiu nesta sexta-feira frente à maior parte das moedas um dia depois de ter superado a barreira psicológica de 100 ienes pela primeira vez em mais de quatro anos. O dólar atingiu o maior nível desde outubro de 2008 ante o iene e chegou a atingir 101,99 durante as negociações de Nova York. A moeda norte-americana também marcou um recorde de alta de oito meses frente ao franco suíço e a maior alta em um mês na comparação com o euro. O dólar australiano caiu da paridade em relação ao dólar norte-americano pela primeira vez desde junho, enquanto o dólar da Nova Zelândia caiu para um período de sete semanas de baixa.

AE, Agencia Estado

10 de maio de 2013 | 19h25

No final da tarde em Nova York, o dólar subia a 101,64 ienes, de 100,61 ienes da tarde desta quinta-feira, 9. O euro avançava a 132,07 ienes, de 131,09 ienes nesta quinta-feira. Na comparação com a moeda norte-americana, o euro caía para US$ 1,2990, de US$ 1,3041 desta quinta. O dólar australiano caía para US$ 1,0026, de US$ 1,0091. A libra esterlina recuava para US$ 1,5363, de US$ 1,5448. O índice Wall Street Journal Dollar, que mede o dólar frente a uma cesta de moedas, subia para 74,646 pontos, de 74,185 pontos da tarde anterior.

Os dados sobre emprego dos EUA, que vieram acima do esperado, e os comentários do presidente do Fed da Filadélfia, Charles Plosser, de que ele gostaria de ver o Fed diminuindo o ritmo de compra de ativos, fizeram com que o dólar superasse 100 ienes ontem. "A economia dos EUA está começando a ser vista como a que vai crescer entre os países desenvolvidos, e isso está impulsionando o fortalecimento do dólar", disse Charles St-Arnaud, da Nomura Securities em Nova York. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
dólareurofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.