Dólar interrompe quedas e encerra a R$ 2,121 (+0,33%)

O dólar comercial encerrou a quinta-feira cotado a R$ 2,121, em alta de 0,33%. A moeda norte-americana vinha de três quedas consecutivas e havia atingido ontem seu menor nível em um mês (R$ 2,114). Hoje, a moeda oscilou entre a mínima de R$ 2,118 e a máxima de R$ 2,130. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista também fechou cotado a R$ 2,121 (+0,33%). O dólar trabalhou em alta todo o dia. Os sucessivos recordes do petróleo ao longo da semana, a releitura sobre a condução da política monetária nos EUA depois da divulgação do índice de inflação ao consumidor (CPI) ontem, a aceleração do dólar no mercado externo e a proximidade do feriado puxaram as cotações. Contribuíram ainda um leilão de compra do Banco Central e algum fluxo de remessa de lucros e dividendos de empresas para o exterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.