Dólar interrompe série de ganhos e cai para R$ 2,21

Queda de 0,41% da moeda norte-americana praticamente devolveu o avanço nas sessões anteriores

Fabrício de Castro, Agência Estado

14 de julho de 2014 | 17h10

O dólar interrompeu nesta segunda-feira, 14, uma série de três sessões consecutivas de ganhos ante o real, em um dia de liquidez baixa e sem indicadores de destaque. A oscilação ocorreu, como nas sessões anteriores, em margens bastante estreitas e, apesar de ter recuado, o dólar mostrou-se acomodado durante a maior parte desta segunda-feira. Investidores citaram ajustes após os ganhos mais recentes, os leilões de swap do Banco Central e a expectativa pelas próximas pesquisas eleitorais como motivos para o recuo do dólar ante o real. 

O dólar à vista negociado no balcão cedeu 0,41%, para R$ 2,2130, na mínima da sessão. Chama a atenção o fato de a moeda americana, nas três sessões anteriores, quando o câmbio sofria diretamente com o esvaziamento do mercado em função da Copa do Mundo, ter acumulado alta de 0,36% no balcão. Hoje, a queda praticamente compensou o avanço anterior. No mercado futuro, o dólar para agosto, que encerra às 18 horas, caía 0,45%, aos R$ 2,2230. O giro financeiro à vista era pequeno, próximo de US$ 941,6 bilhões, enquanto os contratos para agosto movimentavam pouco mais de US$ 8 bilhões. No exterior, a moeda americana adotava comportamento misto ante outras divisas. 

Pela manhã, o Banco Central vendeu 4 mil contratos de swap (equivalentes à venda de dólares no mercado futuro), injetando US$ 198,3 milhões no sistema. Depois, colocou mais 7 mil contratos (US$ 346,1 milhões), desta vez para rolagem dos vencimentos de agosto. 

Terminada a Copa do Mundo, profissionais do mercado também lembravam da expectativa antes da divulgação de novos levantamentos eleitorais, nesta semana. Estão previstas duas pesquisas nacionais: a Sensus e a Datafolha. Se a presidente Dilma Rousseff for prejudicada pelo vexame do Brasil na Copa, o dólar pode recuar ante o real, avaliaram alguns profissionais. 

Às 16h45, o dólar cedia 0,02% ante o dólar australiano, tinha baixa de 0,16% ante o canadense, subia 0,11% ante o neozelandês, cedia 0,16% ante o rand sul-africano, avançava 0,14% ante a rupia indiana e caía 0,13% ante o peso mexicano. O dólar Index, que considera uma cesta de moedas, estava estável.

Tudo o que sabemos sobre:
dolar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.