Dólar opera abaixo de R$ 2,30 com disputa pela Ptax

Taxa define a rolagem dos contratos de derivativos na próxima segunda-feira, 31

Fernando Travaglini, da Agência Estado,

26 de março de 2014 | 09h52

Fatores domésticos seguem dando o tom do mercado brasileiro, após praticamente ignorar ao longo da jornada de terça-feira, 25, o rebaixamento da nota de risco do Brasil. No câmbio, por exemplo, a disputa pelo fechamento da Ptax do mês de março, que define a rolagem dos contratos derivativos na próxima segunda-feira, pressiona para baixa a cotação.

Na manhã desta quarta-feira, 26, o dólar à vista é negociado abaixo do patamar dos R$ 2,30. A cotação estava em R$ 2,2960 (-0,48%), às 9h39. Na BM&FBovespa, o dólar para abril caía 0,71%, a R$ 2,2995.

O mercado de câmbio abriu com a moeda em queda ante o real, dando sequência às perdas registradas nas quatro sessões anteriores, acumuladas em 1,91% até agora.

O ajuste de baixa acompanha a desvalorização da moeda norte-americana em relação a divisas ligadas a commodities no exterior, mas também pesa a disputa pela Ptax de março. Os bancos estão vendidos em dólar à vista (quase US$ 13 bilhões) e em derivativos cambiais (quase US$ 29 bilhões).

Tudo o que sabemos sobre:
dólarPtax

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.