Dólar opera em queda de 0,23% no mercado interbancário

O cenário tranqüilo no exterior desta manhã favorece os investidores que apostaram na baixa (vendidos) no mercado de câmbio futuro. Os dados de inflação e de gastos com o consumo nos Estados Unidos vieram em linha com o previsto e não alteraram as apostas sobre as possibilidades de um nova alta do juro básico norte-americano, mas favoreceram as bolsas e promoveram a queda do dólar, em relação a outras divisas, no mercado internacional. Nos primeiros negócios, o dólar comercial era cotado a R$ 2,135. Às 10h18, a moeda era negociada a R$ 2,133, com perda de 0,23% no mercado interbancário. No mesmo instante, a cotação era de R$ 2,131, com recuo de 0,33%, no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros. Segundo operadores, o clima de hoje favorece uma tendência baixista para a definição da média de preços apurada pelo Banco Central (ptax), que será usada na liquidação dos contratos futuros de setembro hoje. Mas o mercado ficará ainda atendo ao discurso do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke. Ele vai falar sobre produtividade.

Agencia Estado,

31 de agosto de 2006 | 10h22

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.