Dólar opera em queda de mais de 1%

Emissão externa de títulos lastreados em euros do Tesouro Nacional faz cotação da moeda americana cair

Luciana Antonello Xavier, da Agência Estado,

27 de março de 2014 | 10h57

Texto atualizado às 14h30

SÃO PAULO - A emissão externa em euros anunciada pelo Tesouro nesta quinta-feira, 27, deve aliviar a pressão externa sobre o dólar negociado no balcão, juntamente com fluxo positivo e rolagens cambiais. Por volta das 14h30, o recuo da moeda americana no Brasil era de 1,69%, vendida a R$ 2,271. Mais cedo, a moeda chegou a ficar cotada em R$ 2,26.

O Tesouro Nacional faz nesta quinta-feira, 27, emissão externa com vencimento em 2021 nos mercados da Europa e dos Estados Unidos. Recentemente, técnicos do Tesouro estiveram em países da Europa (Alemanha, França, Inglaterra e Holanda) para avaliar o interesse por uma oferta de bônus em euros, o que representa uma mudança na estratégia.

Segundo apurou o Brosdcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, essa alteração se deve a uma redução na oferta de dólares para os países emergentes. Além disso, como o mercado não reagiu mal ao rebaixamento do rating soberano do Brasil pela S&P esta semana, o governo quis aproveitar as condições favoráveis do mercado externo.

Tudo o que sabemos sobre:
dólaremissãoeuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.