Dólar reage a Bernanke e fecha em leve alta, a R$ 2,257

O dólar comercial registrou hoje alta de 0,27% no mercado interbancário e fechou valendo R$ 2,257. A moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 2,248 e a máxima de R$ 2,280. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista subiu 0,38%, para R$ 2,258. Após comemorar ontem o anúncio do programa de recompra de títulos da dívida externa com a queda das cotações do dólar, o mercado de câmbio voltou ao clima de apreensão esta terça-feira, acompanhando o comportamento que prevaleceu nos mercados externos e na Bovespa. A incerteza internacional, que tem como pano de fundo as dúvidas sobre a atividade econômica e a inflação norte-americanas, voltou a mexer com os mercados ontem, depois que o presidente do Federal Reserve (banco central dos EUA), Ben Bernanke, falou publicamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.