Dólar recua após divulgação de medida cambiais

O dólar à vista devolveu a alta para renovar as mínimas, nesta tarde, logo após o início do anúncio das medidas cambiais pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Segundo operadores de câmbio, as medidas vieram dentro do esperado pelo mercado, estão sendo bem recebidas e com a melhora externa houve estímulo para a retomada da venda de dólar. Ás 15h05, o dólar renovava as mínimas, cotado a R$ 2,198 na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F)(-0,18%) e o dólar comercial (-0,27%) era negociado a R$ 2,197. Entre as medidas anunciadas, o ministro Guido Mantega disse que uma medida provisória está sendo editada para dar ao Conselho Monetário Nacional (CMN) o poder de dispensar a cobertura cambial de uma parte das exportações. O CMN poderá decidir por um porcentual de zero a 100% das exportações. Mantega ressaltou, no entanto, que na próxima reunião do CMN será fixado um porcentual de 30%. O governo também decidiu, segundo o ministro, isentar esses recursos de CPMF. A MP é universal e abrange todas as empresas. Mantega também informou que as medidas anunciadas hoje devem começar a valer na próxima semana, quando já terá sido editada a medida provisória e realizada a reunião extraordinária do CMN para autorizar a suspensão da cobertura cambial em 30%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.