Dólar recua em reação a índice de inflação dos EUA

O dólar recuou diante das principais moedas nesta terça-feira, 16, em reação ao índice de preços ao consumidor dos EUA em junho, interpretado como sinal de que a inflação continua contida. A reação inicial do mercado ao CPI, que ficou levemente acima das previsões, foi comprar dólar, mas esse movimento foi momentâneo. O núcleo do índice ficou em linha com as expectativas. "Para o Fed, a desaceleração estável do núcleo da inflação deve continuar a criar um cenário favorável para a manutenção de uma política monetária ultra-acomodatícia", comentou Millan Mulraine, da TD Securities.

Agencia Estado

16 de julho de 2013 | 18h53

A libra, por sua vez, caiu frente ao dólar e ao euro, em reação ao índice de preços ao consumidor do Reino Unido em junho; ele ficou em 2,9% em comparação com junho do ano passado, abaixo das previsões. O dólar australiano subiu em reação à ata da última reunião de política monetária do banco central da Austrália (RBA). Segundo o documento, os participantes disseram ver sinais crescentes de que as taxas de juro baixas estão começando a impulsionar outros setores da economia australiana, além do de mineração. "O tom sugere que o RBA prefere esperar antes de reduzir ainda mais as taxas de juro", disse a estrategista Sue Trinh, do Royal Bank of Canada.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,3155, de US$ 1,3062 ontem; o iene estava cotado a 99,09 por dólar, de 99,86 por dólar ontem. Frente à moeda japonesa, o euro estava cotado a 130,58 ienes, de 130,49 ienes ontem; o franco suíço estava cotado a 0,9395 por dólar, de 0,9484 por dólar ontem, e a 1,2363 por euro, de 1,2390 por euro ontem; a libra estava cotada a US$ 1,5143, de US$ 1,5103 ontem. O dólar australiano estava cotado a US$ 0,9252, de US$ 0,9099 ontem. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
moedasfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.