Dólar recua pelo terceiro dia consecutivo frente ao euro

O dólar caiu pelo terceiro dia consecutivo frente ao euro, com os investidores continuando a desfazer apostas de alta da moeda norte-americana. Outro fator a favorecer o euro foi o leilão no qual ficou definido que os pagamentos dos swaps de default de crédito da Grécia serão de 78,5 cents por dólar, o que remove incertezas sobre quanto os detentores desse tipo de seguro para bônus gregos receberão depois da reestruturação da dívida do país.

RENATO MARTINS, Agencia Estado

19 de março de 2012 | 18h44

Participantes do mercado ressalvaram que a tendência agora não é de alta do euro; para eles, a debilidade do dólar nos últimos três dias resulta mais de realização de lucros, depois da alta forte do começo do mês. "O posicionamento do mercado para o curto prazo ficou pendendo demais na direção do dólar", disse Paresh Upadhyaya, diretor de câmbio da Pioneer Investments.

Diante do iene, o dólar teve uma leve baixa. "As pessoas exageraram um pouco em termos de quanto o movimento de venda de bônus ajudaria o dólar. O mercado está repensando o quanto a debilidade do mercado de bônus será positiva para o dólar", disse o estrategista Alan Ruskin, do Deutsche Bank. O analista Joe Manimbo, da Travelex Global Business Payments, observou que o índice de confiança das construtoras de casas dos EUA ficou abaixo das previsões, o que "levou investidores a reduzirem um pouco suas posições em favor do dólar. Em dia de pouco volume de negócios, o euro e outras moedas que haviam caído recentemente foram pressionadas para cima, porque investidores correram a cobrir posições".

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,3239, de US$ 1,3173 na sexta-feira; o euro chegou a ser negociado a US$ 1,3266, nível mais alto desde 9 de março. O iene estava cotado a 83,35 por dólar, de 83,44 por dólar na sexta-feira; o franco suíço estava cotado a 0,9112 por dólar, de 0,9157 por dólar na sexta-feira; a libra estava cotada a US$ 1,5894, de US$ 1,5843 na sexta-feira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
dólareurorecuofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.