Dólar reduz perdas sobre euro com recuo da bolsa de NY

Virada se deu após Bolsa de NY devolver os ganhos da abertura, neutralizando expectativa de compra de ativos de maior risco

Renato Martins, da Agência Estado,

31 Outubro 2012 | 14h52

O dólar reduziu suas perdas diante do dólar, depois de a Bolsa de Nova York devolver os ganhos da abertura, neutralizando a expectativa de um movimento em direção a ativos de maior risco no primeiro dia de operação dos mercados após a passagem do furacão Sandy. A virada do índice S&P-500 para o território negativo foi acompanhada por movimento semelhante dos índices de ações da Europa.

O estrategista Adam Myers, do Crédit Agricole, disse em nota que a recente debilidade do dólar "provavelmente será desfeita hoje, com a retomada das operações normais do mercado nos EUA". Para ele, há pouco espaço para um movimento de vendas mais profundo do euro e são "prematuras" as tentativas de traçar paralelos entre a queda forte do euro frente ao dólar nas semanas posteriores ao furacão Katrina, em 2005. "Para o momento, pelo menos, nós achamos que os investidores deveriam antecipar mais do que uma reversão dos recuos do dólar ocorridos nesta semana, até que esteja disponível uma avaliação mais clara dos danos provocados pelo Sandy".

No noticiário do dia estão o índice de atividade industrial dos gerentes de compras de Chicago, mais fraco do que se previa, e declarações dos ministros das Finanças dos países da zona do euro de que não há garantias de que a Grécia receberá a próxima parcela do programa de ajuda, dentro de duas semanas.

Depois de passar boa parte da manhã desta quarta-feira acima de US$ 1,30, o euro estava cotado à tarde a US$ 1,2961, de US$ 1,2959 na terça-feira (30) no fim da tarde em Toronto; o iene estava cotado há pouco a 79,86 por dólar, de 79,61 por dólar na terça-feira (30). As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
dólarNYrecuo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.