Dólar sobe 0,5% a R$ 2,097, com preocupação externa

A taxa de câmbio à vista abriu em alta de 0,5% no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros, com o dólar cotado a R$ 2,097. As preocupações com o mercado de crédito imobiliário de alto risco nos EUA afetam negativamente o comportamento dos ativos norte-americanos e respingam em outros mercados. Apesar da valorização registrada no início desta manhã e avaliando que a volatilidade internacional ainda não está superada, operadores de câmbio não apostam em maiores tensões no mercado doméstico. Depois dos ajustes de desvalorização do real, que acompanharam o nervosismo internacional recente, a moeda norte-americana retomou a tendência de queda. Ontem, o dólar recuou 0,6% na BM&F e 0,52% no mercado interbancário e voltou aos níveis anteriores à turbulência das últimas duas semanas. Isso mesmo após o Banco Central ter comprado cerca de US$ 500 milhões no leilão do mercado à vista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.