Dólar sobe 0,5% e atinge R$ 2,13

O dólar comercial registrava valorização de 0,5% às 10h40 e era negociado a R$ 2,13 no mercado interbancário. A taxa máxima registrada até este horário, desde a abertura dos negócios, foi de R$ 2,132. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), a taxa máxima até agora foi de R$ 2,133, depois de a cotação do dólar ter começado o dia no mesmo nível do fechamento dos negócios ontem à tarde, de R$ 2,121. O mercado de câmbio doméstico reflete a oscilação das cotações internacionais, com os investidores ainda apreensivos com os dados da economia norte-americana e as turbulências causadas pela forte queda da Bolsa da China no início da semana. Hoje, as principais bolsas de valores européias, que começaram o dia com ganhos, inverteram o sinal e operavam em queda de mais de 1% no meio da manhã. Os índices futuros de ações em Nova York (o pregão regular começa às 11h30) também apontam um começo de pregão em queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.