Dólar sobe 0,5% e atinge R$ 2,13

O dólar comercial registrava valorização de 0,5% às 10h40 e era negociado a R$ 2,13 no mercado interbancário. A taxa máxima registrada até este horário, desde a abertura dos negócios, foi de R$ 2,132. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), a taxa máxima até agora foi de R$ 2,133, depois de a cotação do dólar ter começado o dia no mesmo nível do fechamento dos negócios ontem à tarde, de R$ 2,121. O mercado de câmbio doméstico reflete a oscilação das cotações internacionais, com os investidores ainda apreensivos com os dados da economia norte-americana e as turbulências causadas pela forte queda da Bolsa da China no início da semana. Hoje, as principais bolsas de valores européias, que começaram o dia com ganhos, inverteram o sinal e operavam em queda de mais de 1% no meio da manhã. Os índices futuros de ações em Nova York (o pregão regular começa às 11h30) também apontam um começo de pregão em queda.

Agencia Estado,

01 de março de 2007 | 10h49

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.