Dólar sobe ante euro, mas recua em relação ao iene

Treasuries (títulos americanos) saíram das mínimas, mas seguem em queda depois que Bernanke deixou os investidores destes mercado um pouco decepcionados

Regina Cardeal, da Agência Estado,

27 de agosto de 2010 | 11h23

O dólar subiu em relação ao euro, mas recuou ante o iene depois que o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, disse que está pronto para fazer o que for necessário para sustentar a recuperação econômica dos EUA, mas não chegou a deixar claro se o Fed irá agir. Às 11h17 (de Brasília), o euro era negociado em US$ 1,2691, de US$ 1,2724 antes da fala e US$ 1,2724 na tarde de ontem. O dólar era cotado em 84,51 ienes, de 84,64 ienes antes do discurso e 84,41 ienes ontem.

 

Os Treasuries (títulos americanos) saíram das mínimas, mas seguem em queda depois que Bernanke deixou os investidores destes mercado um pouco decepcionados, ao sugerir que há divisões no Fed sobre se será necessário mais afrouxamento quantitativo e o que o desencadearia. Os investidores em bônus esperavam que Bernanke seria mais claro sobre uma possível necessidade de mais afrouxamento quantitativo - ou seja, compra de bônus - por causa dos dados fracos divulgados recentemente. O Treasury de dois anos projeta juro de 0,5197%; o de dez anos, de 2,552%; e o de dez anos, de 3,5793%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FedBernankedólareuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.