Dólar sobe após China elevar juro

Banco do Povo da China elevou as taxas para depósitos e para empréstimos em 0,25 ponto porcentual

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

19 de outubro de 2010 | 09h41

O Banco do Povo da China pegou o mercado de câmbio de surpresa e sua decisão de elevar o juro pela primeira vez desde dezembro de 2007 provocou alta do dólar contra várias moedas, especialmente frente ao dólar australiano.

A elevação do juro deve frear o rápido crescimento chinês e a demanda por matérias-primas, o que causou peso maior sobre a moeda da Austrália, que tem na China um grande parceiro comercial.

O dólar australiano caiu 0,85% contra o dólar norte-americano, chegando a US$ 0,9810, enquanto o euro recuou 0,3% para US$ 1,3878. Às 9h24 (de Brasília), o euro cedia para US$ 1,3895, de US$ 1,3992 ontem no fim do dia em Nova York. O dólar subia para 81,53 ienes, de 81,18 ienes ontem.

Europa

Várias moedas de mercados emergentes da Europa cederam frente à divisa europeia após a China elevar as taxas de juro para depósitos e para empréstimos em 0,25 ponto porcentual.

O euro subiu para 3,9353 zlotys da Polônia, de 3,9265 antes do anúncio do Banco do Povo chinês (banco central). O euro avançou para 24,504 coroas checas, de 24,488 coroas checas antes; o euro subiu para 276,34 forints da Hungria, de 275,99 forints antes.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaBanco Centralcâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.