Dólar sobe com menor apetite por risco e novos alertas sobre iene

Às 11h20 (de Brasília), o dólar subia para 81,30 ienes, de 80,79 ienes ontem, enquanto o euro caía para US$ 1,3882, de US$ 1,3969 ontem

Danielle Chaves, da Agência Estado,

26 de outubro de 2010 | 11h41

O dólar opera em alta conforme o apetite por ativos de maior risco se enfraquece, o que pesa sobre o euro. A divisa norte-americana também sobe frente ao iene, beneficiada por novos alertas de autoridades do Japão contra a força da moeda do país.

Após o dólar renovar a mínima em 15 anos diante do iene ontem, a 80,41 ienes, autoridades japonesas reiteraram a preocupação com o câmbio. "Eu acho que os movimentos de ontem foram um pouco desiguais", afirmou o ministro de Finanças do Japão, Yoshihiko Noda, em uma entrevista regular à imprensa em Tóquio. "Vou continuar monitorando de perto esses movimentos com grande interesse", acrescentou.

 

"Nós não podemos fazer um anúncio antecipado de que vamos agir, mas, por outro lado, também não podemos dizer que não vamos agir", disse o vice-ministro de Finanças, Fumihiko Igarashi, em entrevista à Bloomberg. Os investidores não acreditam que o Japão vai intervir no câmbio tão facilmente depois que os países do G-20 prometeram evitar uma "desvalorização competitiva" de suas moedas, mas decidiram se desfazer de posições negativas no iene após os comentários das autoridades, segundo analistas.

 

A libra também avança sobre o dólar, sustentada pelo anúncio de que o PIB do Reino Unido cresceu o dobro do esperado no terceiro trimestre deste ano. O indicador reduziu as expectativas de um afrouxamento quantitativo pelo Banco da Inglaterra, o que teria impacto negativo sobre a moeda. Além disso, a agência de classificação de risco Standard & Poor's elevou sua perspectiva para o rating AAA do Reino Unido de negativa para estável.

 

Na Suécia, o banco central, o Riksbank, elevou a taxa de juros básica pela terceira vez seguida, como esperado, mas adotou uma posição significativamente mais inclinada para uma futura queda nos juros ("dovish"), levando a coroa sueca a cair diante do dólar.

 

Às 11h20 (de Brasília), o dólar subia para 81,30 ienes, de 80,79 ienes ontem, enquanto o euro caía para US$ 1,3882, de US$ 1,3969 ontem. A libra avançava para US$ 1,5843, de US$ 1,5732, e o dólar subia para 0,9805 franco suíço, de 0,9708 franco. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
dólareuroienelibra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.