Dólar tem nível mais baixo em quase 2 anos ante o euro

O dólar caiu diante das principais moedas nesta terça-feira, 22, com o euro subindo ao nível mais alto desde novembro de 2011, o franco suíço ao nível mais alto em 19 meses e a libra ao nível mais alto desde 2 de junho.

Agencia Estado

22 de outubro de 2013 | 19h32

O mercado reagiu aos dados do nível de emprego dos Estados Unidos em setembro, que levaram os investidores a adiar o momento no qual esperam que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) comece a reduzir seu programa de estímulo à economia. Foram criados 148 mil empregos no mês passado, quando os economistas previam 180 mil; a taxa de desemprego recuou para 7,2%, de 7,3%.

Os dados "são mais uma confirmação do consenso do mercado, de que o Federal Reserve achará difícil começar a reduzir seu programa de compras de bônus em dezembro. Tem havido um movimento agressivo de venda de dólares desde o fechamento do governo dos EUA, e este informe sobre emprego dá apoio à ideia de um dólar mais fraco", disse o estrategista Brian Daingerfield, da RBS Securities.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,3781, de US$ 1,3676 na segunda-feira; o iene estava a 98,13 por dólar, de 98,18 por dólar na véspera. Frente à moeda japonesa, o euro estava cotado a 135,24 ienes, de 134,29 ienes. O franco suíço estava cotado a 0,8947 por dólar, de 0,9024 por dólar, e a 1,2334 por euro, de 1,2340 por euro na segunda-feira. A libra estava cotada a US$ 1,6233, de US$ 1,6144. O dólar australiano valia US$ 0,9708, de US$ 0,9653. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
moedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.