Dow fecha em alta com Boeing; Apple pressiona Nasdaq

Balanços positivos de blue chips fazem Dow interromper três sessões seguidas de queda, enquanto resultado da Apple puxa Nasdaq para baixo

Álvaro Campos, da Agência Estado,

25 de julho de 2012 | 18h20

Balanços positivos de blue chips, como a Boeing e a Caterpillar, ajudaram o índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, a fechar em alta na quarta-feira, interrompendo uma série de três sessões consecutivas de forte baixa. Já o S&P 500 e o Nasdaq encerraram o pregão no território negativo, sendo que o segundo foi pressionado mais fortemente pelas ações da Apple, que divulgou resultados decepcionantes na véspera, quando os mercados estavam fechados.

O Dow Jones subiu 58,73 pontos (0,47%), terminando aos 12.676,05 pontos. O Nasdaq recuou 8,75 pontos (0,31%), para finalizar a 2.854,24 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,42 ponto (0,03%), fechando em 1.337,89 pontos.

Na noite passada, a Apple reportou lucro e receita do segundo trimestre abaixo das previsões dos analistas, com um aumento menor do que o esperado nas vendas do iPhone. Foi apenas a segunda vez nos últimos 39 trimestres que os resultados da companhia, que é a maior do mundo em valor de mercado, ficaram abaixo do previsto. Assim, as ações encerraram a sessão com queda de 4,32%.

Na direção oposta, os papéis da Boeing tiveram valorização de 2,78%, após a fabricante de aviões elevar suas projeções financeiras para este ano, com o aumento nas vendas internacionais de aeronaves militares e comerciais. Nesta quarta-feira, a companhia divulgou que teve lucro de US$ 967 milhões (US$ 1,27 por ação) no segundo trimestre, uma alta de 2,73% na comparação com igual período do ano passado.

Quem também ajudou o Dow Jones foi a Caterpillar. As ações da companhia subiram 1,44%, depois de divulgar um aumento de 67% no lucro do segundo trimestre, para US$ 1,7 bilhão (US$ 2,54 por ação). "O setor industrial está apresentando bons números, tendo em conta a piora nos indicadores econômicos", comenta Mike Gibbs, codiretor de consultoria de ações da gestora de ativos Raymond James Financial.

Os dados distribuídos ao longo do dia sobre a economia norte-americana continuaram a decepcionar. As vendas de moradias novas recuaram 8,4% em junho, quando a previsão era de alta de 1,6%. Enquanto isso, os mercados europeus oscilaram entre perdas e ganhos, com as esperanças de que o fundo de resgate permanente da zona do euro tenha acesso a crédito ilimitado do Banco Central Europeu (BCE).

Entre outras companhias norte-americanas que divulgaram balanços, as ações da farmacêutica Eli Lilly subiram 2,72% e a Netflix despencou 25,02%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsasNova Yorkfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.