Dow Jones acelera queda após queixa contra BofA

As ações atingiram as mínimas da sessão há pouco em Nova York após um informe de que o Pimco, o BlackRock e o Federal Reserve (Fed) de Nova York estão tentando forçar o Bank of America (BofA) a recomprar hipotecas problemáticas. Às 16h45 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,73% a 10.950 pontos, após chegar a cair a 10.926 pontos. IBM (-4,07%), Microsoft (-2,87%) e Alcoa (-3,50%) lideravam o declínio. Os papéis do BofA recuavam 2,67%.

REGINA CARDEAL, Agencia Estado

19 de outubro de 2010 | 16h56

A queda do Dow Jones se acelerou depois que a Bloomberg citou os nomes dos detentores de bônus que estão pedindo a recompra das hipotecas pelo BofA. Nesta terça-feira, o Wall Street Journal informou que um grupo de investidores institucionais em bônus está ampliando os esforços para se recuperar das perdas das carteiras com hipotecas problemáticas do BofA. A Bloomberg informou esta tarde que os detentores de bônus enviaram uma carta ao Bank of America e Bank of New York Mellon, truste da dívida, com a solicitação.

As ações já estavam em queda por conta do inesperado aumento do juro na China e de uma série de resultados corporativos que decepcionaram os investidores. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Dow JonesBofAFedBlackRock

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.