Dow Jones cai, mas fecha acima de 11 mil pontos

O mercado norte-americano de ações fechou em queda pelo terceiro dia consecutivo. O índice Dow Jones operou a maior parte do pregão abaixo do nível psicologicamente importante dos 11 mil pontos, mas recuperou parte do terreno perdido na última hora, fechando levemente acima daquele nível. Desde 10 de maio, a preocupação dos participantes do mercado com a inflação e a perspectiva das taxas de juro do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) fizeram o Dow Jones perder cerca de 650 pontos, ou 5,5%. "Existe uma preocupação crescente de que o Fed esteja tendo como alvo o crescimento econômico. Isso se baseia nas declarações feitas ontem e hoje por dirigentes do Fed. Como resultado disso, as ações estão caindo, a curva de juros está se achatando e os preços de algumas commodities estão recuando. Tudo isso leva os investidores a ficarem mais nervosos", comentou o estrategista John Augustine, da Fifth Third Asset Management. Entre as componentes do Dow Jones, as ações que mais caíram foram as mais sensíveis a elevações nos juros, como Alcoa (-2,20%) e United Technologies (-2,28%)As ações da Boeing caíram 1,80%, depois de o Pentágono descartar um contrato para a empresa produzir um sensor para satélites militares e anunciar uma nova licitação. No setor de tecnologia, as ações da Microsoft caíram 1,64% e as da Intel recuaram 1,06%. As da Google subiram 4,15%, depois de a empresa lançar um aplicativo de planilha online; as da Cisco Systems avançaram 1,46%, depois de comentários favoráveis dos analistas do Prudential Equity Group. O índice Dow Jones fechou em queda de 46,58 pontos (0,42%), em 11,002,14 pontos. A mínima foi em 10.933,38 pontos e a máxima em 11.009,98 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 6,84 pontos (0,32%), em 2.162,78 pontos, com mínima em 2.144,20 pontos e máxima em 2.176,47 pontos. O Standard & Poor's-500 recuou 1,44 ponto (0,11%), para 1.263,85 pontos. O NYSE Composite caiu 44,82 pontos (0,55%), para 8.100,71 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,900 bilhão de ações, de 1,635 bilhão ontem; 1.145 ações subiram, 2.149 caíram e 149 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 2,117 bilhões de ações negociadas, de 1,776 bilhão ontem, com 1.209 ações fechando em alta e 1.832 em queda.

Agencia Estado,

06 de junho de 2006 | 18h40

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.