Dow Jones, da Bolsa de NY, encerra em novo recorde

O mercado norte-americano de ações fechou em alta forte, com o índice Dow Jones estabelecendo nível recorde de fechamento pelo segundo dia consecutivo. O mercado reagiu a indicadores que fortaleceram a expectativa de "pouso suave" da economia dos EUA e a declarações do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Ben Bernanke, de que o mercado de imóveis residenciais está passando por uma "correção significativa". "Embora ele também tenha falado sobre inflação, o mercado gostou das declarações de Bernanke sobre o mercado de residências, porque isso é um sinal positivo para aqueles que estão esperando reduções das taxas de juro. Ele também disse que a economia está relativamente forte, o que realmente causa uma reação positiva no mercado de ações, porque isso é um fator positivo para os lucros das empresas", comentou o estrategista-chefe da Brown Brothers Harriman, Brian Rauscher. Ações Das 30 componentes do Dow Jones, 27 fecharam em alta, lideradas por Microsoft, que avançou 2,08%, Citigroup, que subiu 1,88%, IBM, com ganho de 1,78%, e Altria Group, que registrou acréscimo de 1,67%. A alta das ações da Microsoft foi atribuída ao informe de que seu novo sistema operacional, o Vista, terá um componente forte antipirataria (ele deverá ser capaz de "travar" computadores que operem com cópias não licenciadas do software). As ações da General Motors recuaram 0,27%, depois de a empresa anunciar que ela e a Renault desistiram de negociar uma aliança. As ações da Ford, vista por alguns analistas como provável "alvo" de uma nova iniciativa da Renault, subiram 4,01%. No setor de internet, as ações da eBay subiram 6,10% e as da Google avançaram 2,89%. As ações da Valero Energy fecharam em alta de 4,01%, depois de a empresa elevar sua previsão de lucro. Índices O índice Dow Jones fechou em alta de 123,27 pontos, ou 1,05%, em 11.850,61 pontos. A mínima foi em 11.707,49 pontos e a máxima em 11.851,25 pontos. O Nasdaq encerrou com ganho de 47,30 pontos, ou 2,11%, em 2.290,95 pontos, com mínima em 2.239,26 pontos e máxima em 2.290,98 pontos. O Standard & Poor's-500 subiu 16,11 pontos, ou 1,21%, para 1.350,22 pontos. O Nyse Composite, que reúne todas as ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), avançou 90,84 pontos, ou 1,08%, para 8.538,67 pontos. O volume negociado na Nyse alcançou 1,872 bilhão de ações negociadas, de 1,712 bilhão ontem; 2.606 ações subiram, 718 caíram e 138 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 2,216 bilhões de ações negociadas, de 1,990 bilhão ontem, com 2.198 ações fechando em alta e 855 em queda. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2006 | 18h26

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.